by Max Barry

Latest Forum Topics

Advertisement

Search

Search

[+] Advanced...

Author:

Region:

Sort:

«12. . .3,4573,4583,4593,4603,4613,4623,463. . .3,4743,475»

Parecem boas propostas, vamos ver no que dá

Prtugal wrote:Parecem boas propostas, vamos ver no que dá

parecem-me honestamente muito vagas, menos as do apoio aos mais afetados pela inflação, mas, e eu sei que não é fácil encontrar uma situação que o governo possa realizar por si só sem o BCE, mas continuo a ver mais pensos e poucos reparos à situação

se portugal não controla as taxas com o seu banco central, então tem de arranjar maneira de se tornar menos suscetível a estes problemas, porque senão ou ficamos muito tempo com inflação alta ou somos obrigados a passar por subidas agressivas de taxas de juro que podem causar recessões e obrigar a um maior investimento para salvar as pessoas da pobreza

é bom que o estado se preocupe em ajudar, mas acho que seria melhor se tentássemos que não seja necessário salvar tanta gente da pobreza, fome, sede, frio ou morte

de pessoas aqui que tenham tido de arrendar apartamentos estudavam na universidade porque esta era longe de vossa casa, quanto mais ou menos por mês pagavam? tem particular importância se tiver sido em lisboa, que costuma ter os maiores preços

pergunto isto porque segundo o estatuto do estudante deslocado, para estudantes cuja residencia do agregado familiar esteja a mais de 50km do establecimento de ensino, pode-se deduzir 30% dos custos do arrendamento no IRS, até um valor máximo de 300 euros
eu até fiz uma suposição generosa e assumi que uma pessoa estaria apenas 8 meses do ano nesse apartamento (a maioria das vezes os contratos são de 1 ano e rescindir antes de acabarem é difícil) e, tendo isso em conta, nesses 8 meses, seria deduzido pouco menos de 40€ por mês e a partir dos 125€/mês de renda nenhuma ajuda adicional existe neste estatuto

tenho tentado procurar preços médios de renda para T0 em lisboa, mas não encontro
o que encontrei foi um preço de renda médio de 12,4€/m^2

a suposição que fiz (podem-me dizer se é boa ou não, eu não sei mesmo) é que um T0 normal tenha 30 a 40 metros quadrados, pensando numa parede de 6 por 6 e isso mesmo assim parece-me um apartamento pequenino: isso daria uma renda mensal de 446,4€, ou 409€ após o abate no IRS
há depois todos os custos associados à comida, deslocação, entre outros

a minha ideia é que, por mês, uma pessoa irá gastar à volta de uns 50€ em transportes (incluindo viagens a casa e tendo em conta preços de metro e autocarro, mais uma vez com foco em Lisboa)

as suposições que estou aqui a fazer são boas, ou o preço de arrendamento está exagerado? como nunca tive necessidade de estudar longe não sei e acho importante saber mais sobre estes problemas

...

tentando fazer apenas algumas pequenas estimativas, chego a que um valor mínimo de ajuda deveria antes estar mais próximo dos 600€ de abate total por ano, já tendo em conta transportes e 10 em vez de 8 meses de renda por pagar, se bem que 12 será mesmo o número mais provável em muitos casos

quem tiver a sua experiencia neste assunto, que partilhe por favor

Hello people from Portugal!

Unity fool wrote:Hello people from Portugal!

Hello :)!

Unity fool wrote:Hello people from Portugal!

A wild "Estrangeiro" appears

Unity fool wrote:Hello people from Portugal!

Seja bem-vindo, francês!

Herya wrote:de pessoas aqui que tenham tido de arrendar apartamentos estudavam na universidade porque esta era longe de vossa casa, quanto mais ou menos por mês pagavam? tem particular importância se tiver sido em lisboa, que costuma ter os maiores preços

pergunto isto porque segundo o estatuto do estudante deslocado, para estudantes cuja residencia do agregado familiar esteja a mais de 50km do establecimento de ensino, pode-se deduzir 30% dos custos do arrendamento no IRS, até um valor máximo de 300 euros
eu até fiz uma suposição generosa e assumi que uma pessoa estaria apenas 8 meses do ano nesse apartamento (a maioria das vezes os contratos são de 1 ano e rescindir antes de acabarem é difícil) e, tendo isso em conta, nesses 8 meses, seria deduzido pouco menos de 40€ por mês e a partir dos 125€/mês de renda nenhuma ajuda adicional existe neste estatuto

tenho tentado procurar preços médios de renda para T0 em lisboa, mas não encontro
o que encontrei foi um preço de renda médio de 12,4€/m^2

a suposição que fiz (podem-me dizer se é boa ou não, eu não sei mesmo) é que um T0 normal tenha 30 a 40 metros quadrados, pensando numa parede de 6 por 6 e isso mesmo assim parece-me um apartamento pequenino: isso daria uma renda mensal de 446,4€, ou 409€ após o abate no IRS
há depois todos os custos associados à comida, deslocação, entre outros

a minha ideia é que, por mês, uma pessoa irá gastar à volta de uns 50€ em transportes (incluindo viagens a casa e tendo em conta preços de metro e autocarro, mais uma vez com foco em Lisboa)

as suposições que estou aqui a fazer são boas, ou o preço de arrendamento está exagerado? como nunca tive necessidade de estudar longe não sei e acho importante saber mais sobre estes problemas

...

tentando fazer apenas algumas pequenas estimativas, chego a que um valor mínimo de ajuda deveria antes estar mais próximo dos 600€ de abate total por ano, já tendo em conta transportes e 10 em vez de 8 meses de renda por pagar, se bem que 12 será mesmo o número mais provável em muitos casos

quem tiver a sua experiencia neste assunto, que partilhe por favor

Em Coimbra paguei 175 euros, agua, luz, gas e net incluído

https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/setubal-cdu-pagou-6027mes-a-dirigente-do-pcp-para-coordenar-grupo-de-trabalho

Prtugal wrote:Em Coimbra paguei 175 euros, agua, luz, gas e net incluído

pelo que percebi com quem falei, o arrendamento universitario em lisboa cai mais ou menos no intervalo [350€;450€], portanto o meu exemplo não estava terrível
segundo umas contas que fiz mais tarde, para essa lei funcionar como deve de ser em lisboa, o máximo teria de ser 1500€, tendo sempre em conta que isto nao quer dizer que sejam abatidos 1500€ por ano às rendas de toda a gente, mas que será 30% até um máximo de 1500€.
tendo em conta que a maioria das pessoas tem contratos de 12 meses, o máximo de abatimento só chegaria a rendas de 417€ que é basicamente o preço médio de arrendamento em lisboa

com algo assim conseguiríamos ajudar muito mais gente, mas em vez disso 300€ por ano dá excelentemente, a abater 25€ por mês nas rendas altíssimas que as pessoas pagam

Oposicao

5 mensagens no RMB nas últimas 24 horas. Aposto que a Delegacia vai dizer que a culpa é do Lusito!

Oposicao wrote:5 mensagens no RMB nas últimas 24 horas. Aposto que a Delegacia vai dizer que a culpa é do Lusito!

vou mesmo, só não postamos mais porque sentimos falta dele, grande egoísmo da sua parte realmente

https://expresso.pt/politica/2022-07-05-Montenegro-atira-referendo-a-regionalizacao-para-la-de-2026-e-nao-mostra-pressa-em-discutir-aeroporto-com-Costa-d9e7bd3d
é demasiado cedo para dizer que o montenegro vai ser um desastre?

Herya wrote:https://expresso.pt/politica/2022-07-05-Montenegro-atira-referendo-a-regionalizacao-para-la-de-2026-e-nao-mostra-pressa-em-discutir-aeroporto-com-Costa-d9e7bd3d
é demasiado cedo para dizer que o montenegro vai ser um desastre?

Não, acho que já é demasiado tarde.

O Marcelo ainda queria referendo quando era ele o líder da oposição, este nem isso. E o Aeroporto idem.

Vão ser 2 anos muito giros.

Ofiussia wrote:Não, acho que já é demasiado tarde.

O Marcelo ainda queria referendo quando era ele o líder da oposição, este nem isso. E o Aeroporto idem.

Vão ser 2 anos muito giros.

a minha cena nem é a regionalização, não me importa muito que ele seja contra, a razão dele é que é clara treta
nao querer discutir o aeroporto é mesmo anormal, espero que tenha menos em lisboa ainda do que o rui rio

Herya wrote:de pessoas aqui que tenham tido de arrendar apartamentos estudavam na universidade porque esta era longe de vossa casa, quanto mais ou menos por mês pagavam? tem particular importância se tiver sido em lisboa, que costuma ter os maiores preços

pergunto isto porque segundo o estatuto do estudante deslocado, para estudantes cuja residencia do agregado familiar esteja a mais de 50km do establecimento de ensino, pode-se deduzir 30% dos custos do arrendamento no IRS, até um valor máximo de 300 euros
eu até fiz uma suposição generosa e assumi que uma pessoa estaria apenas 8 meses do ano nesse apartamento (a maioria das vezes os contratos são de 1 ano e rescindir antes de acabarem é difícil) e, tendo isso em conta, nesses 8 meses, seria deduzido pouco menos de 40€ por mês e a partir dos 125€/mês de renda nenhuma ajuda adicional existe neste estatuto

tenho tentado procurar preços médios de renda para T0 em lisboa, mas não encontro
o que encontrei foi um preço de renda médio de 12,4€/m^2

a suposição que fiz (podem-me dizer se é boa ou não, eu não sei mesmo) é que um T0 normal tenha 30 a 40 metros quadrados, pensando numa parede de 6 por 6 e isso mesmo assim parece-me um apartamento pequenino: isso daria uma renda mensal de 446,4€, ou 409€ após o abate no IRS
há depois todos os custos associados à comida, deslocação, entre outros

a minha ideia é que, por mês, uma pessoa irá gastar à volta de uns 50€ em transportes (incluindo viagens a casa e tendo em conta preços de metro e autocarro, mais uma vez com foco em Lisboa)

as suposições que estou aqui a fazer são boas, ou o preço de arrendamento está exagerado? como nunca tive necessidade de estudar longe não sei e acho importante saber mais sobre estes problemas

...

tentando fazer apenas algumas pequenas estimativas, chego a que um valor mínimo de ajuda deveria antes estar mais próximo dos 600€ de abate total por ano, já tendo em conta transportes e 10 em vez de 8 meses de renda por pagar, se bem que 12 será mesmo o número mais provável em muitos casos

quem tiver a sua experiencia neste assunto, que partilhe por favor

Bem, não estudo em Lisboa por isso não posso falar muito sobre o assunto. Contudo, sei que esse apoio existe a estudante deslocados, mas nem sempre é viável (ou se calhar é, honestamente nunca pensei muito nisso) porque muitos senhorios, pelo menos aqui, não fazem arrendamentos com contrato, ou então fazem mas aumentam o preço inicial (que é o caso da minha queria senhoria).
São os meus 5 cents xD não sei mesmo muito sobre o assunto, sei que os preços são um bocado exagerados na minha opinião, estudar em Coimbra não se compara minimamente com Lisboa, mas acho que os preços são altos na mesma, especialmente para casas que nem sempre têm a melhor qualidade na zona histórica (tenho sorte que a minha até tem e está mesmo ao pé da faculdade).

Kukinalia wrote:Bem, não estudo em Lisboa por isso não posso falar muito sobre o assunto. Contudo, sei que esse apoio existe a estudante deslocados, mas nem sempre é viável (ou se calhar é, honestamente nunca pensei muito nisso) porque muitos senhorios, pelo menos aqui, não fazem arrendamentos com contrato, ou então fazem mas aumentam o preço inicial (que é o caso da minha queria senhoria).
São os teus 5 cents xD não sei mesmo muito sobre o assunto, sei que os preços são um bocado exagerados na minha opinião, estudar em Coimbra não se compara minimamente com Lisboa, mas acho que os preços são altos na mesma, especialmente para casas que nem sempre têm a melhor qualidade na zona histórica (tenho sorte que a minha até tem e está mesmo ao pé da faculdade).

para alem de aumentar o limite maximo teríamos de aumentar multas por nao passar recibos, porque essa é apenas uma maneira de fugir aos impostos e mete os estudantes em perigo financeiro e físico

Herya wrote:para alem de aumentar o limite maximo teríamos de aumentar multas por nao passar recibos, porque essa é apenas uma maneira de fugir aos impostos e mete os estudantes em perigo financeiro e físico

As multas podiam ser aumentadas, mas se mesmo agora há imenso pessoal que consegue não ser apanhado durante anos e anos (se de todo), não sei se era por aí que a situação se resolvia. Ia ser preciso uma coisa que existe muito pouco nos serviços públicos, competência e profissionalismo.

Kukinalia wrote:As multas podiam ser aumentadas, mas se mesmo agora há imenso pessoal que consegue não ser apanhado durante anos e anos (se de todo), não sei se era por aí que a situação se resolvia. Ia ser preciso uma coisa que existe muito pouco nos serviços públicos, competência e profissionalismo.

pois, isso é como tudo: fiscalização que tem de passar a existir
mas pronto, aumentar a multa talvez dissuadisse nem que fosse apenas um bocadinho

Oposicao wrote:5 mensagens no RMB nas últimas 24 horas. Aposto que a Delegacia vai dizer que a culpa é do Lusito!

Esta oposição da direita fofinha nunca irá convencer ninguém a derrubar o regime do Herya. Ele quer a morte dos membros mais antigos da região. Uma verdadeira oposição teria que prometer que enquanto viver fará tudo para o tirano desaparecer. Vou fazer greve de fome até o Uigures/Diarios de Motocicleta do Blasiu regressar.

Herya wrote:vou mesmo, só não postamos mais porque sentimos falta dele, grande egoísmo da sua parte realmente

Eu vou andando por aí, no final deste mês já vou estar mais livre. Entretanto, em vez de chorarem, podem aproveitar para ler “12 Regras para a Vida” do Jordan Peterson. Supremo líder, põe o Alentejo and Algarve a trabalhar.

Herya wrote:pois, isso é como tudo: fiscalização que tem de passar a existir
mas pronto, aumentar a multa talvez dissuadisse nem que fosse apenas um bocadinho

Sim, ou melhor, podia haver uma maior aposta nas residências universitárias. Na UC não funcionam lá muito bem nem existe uma grande quantidade, as condições não são as melhores, etc. Há pessoal que não quer ir para uma residência e é empurrado ou para contratos completamente exploratórios ou para arrendamentos sem contrato, que acabam por dar muito mais jeito.
Anyway, é o que posso dizer xD rendas altas, contas altas, facilidade em arrendar sem contrato, em suma a vida anda difícil.

Lusitanialand wrote:Esta oposição da direita fofinha nunca irá convencer ninguém a derrubar o regime do Herya. Ele quer a morte dos membros mais antigos da região. Uma verdadeira oposição teria que prometer que enquanto viver fará tudo para o tirano desaparecer. Vou fazer greve de fome até o Uigures/Diarios de Motocicleta do Blasiu regressar.

Eu vou andando por aí, no final deste mês já vou estar mais livre. Entretanto, em vez de chorarem, podem aproveitar para ler “12 Regras para a Vida” do Jordan Peterson. Supremo líder, põe o Alentejo and Algarve a trabalhar.

vou abrir a época de caça ao Alentejo
a partir de hoje, quem quiser uma expansão no mapa pode mandar 5 telegramas (pelo menos) irritantes ao Alentejo and Algarve

isto funciona assim pah, nem que ele acabe a bloquear toda a gente, há de fazer pelo menos alguma das coisas que eu lhe digo para fazer

Herya wrote:vou abrir a época de caça ao Alentejo
a partir de hoje, quem quiser uma expansão no mapa pode mandar 5 telegramas (pelo menos) irritantes ao Alentejo and Algarve

isto funciona assim pah, nem que ele acabe a bloquear toda a gente, há de fazer pelo menos alguma das coisas que eu lhe digo para fazer

Já faz algum tempo que solicitei uma expansão no mapa,até agora não recebi uma resposta.

Kukinalia wrote:Sim, ou melhor, podia haver uma maior aposta nas residências universitárias. Na UC não funcionam lá muito bem nem existe uma grande quantidade, as condições não são as melhores, etc. Há pessoal que não quer ir para uma residência e é empurrado ou para contratos completamente exploratórios ou para arrendamentos sem contrato, que acabam por dar muito mais jeito.
Anyway, é o que posso dizer xD rendas altas, contas altas, facilidade em arrendar sem contrato, em suma a vida anda difícil.

é, mas isso de que falas realmente não me ocorreu e parece uma boa ideia investir-se em construir ou reutilizar edificios para residências
quanto às pessoas que não querem a residência, eu até entendo, mas acaba por ser uma escolha melhor e, imagino eu, mais barata em geral, a menos que se conheça o senhorio pessoalmente ou assim

ZAKRYA wrote:Já faz algum tempo que solicitei uma expansão no mapa,até agora não recebi uma resposta.

é continuar a enviar telegramas a dizer "e o mapa? fascista, pá!"

«12. . .3,4573,4583,4593,4603,4613,4623,463. . .3,4743,475»

Advertisement